Home / Artigos / Porquê Trading em Corridas de Cavalos?

Porquê Trading em Corridas de Cavalos?

Olá, muitas vezes vocês se questionam, especialmente quando estão no inicio do trading, qual o mercado que vão trabalhar, e 95% da vezes o desporto não se questiona, pois praticamente todos nós vamos optar pelo futebol, assim como foi o meu caso quando comecei a experimentar o trading.

Isto acontece porque na nossa sociedade o desporto com que todos estamos mais familiarizados e com o qual crescemos foi o futebol, então praticamente todos nós começamos por investir nos mercados de futebol… depois cada um faz as suas variações, uns para o mercado das probabilidades (1 x 2), outros para mercado de golos, e para muitos outros mercados que nos são apresentados pela betfair.

O início no mercado de Futebol

Não fugindo à regra eu também comecei pelos mercados de futebol, mais especificamente pelo mercados das probabilidades (1 x 2), e tudo começou da mesma forma que grande parte de vocês, momentos altos, momentos baixos, greens e reds, um gráfico de desenvolvimento que mais parecia uma montanha-russa, algumas bancas rebentadas pelo cominho, alguns descontroles emocionais, alguns festejos e gritos de revolta, mas tudo foi dentro do caminho normal até que atingi alguma consistência… tudo isto não em dias, nem semanas, mais sim ao longo de mais de um ano de estudo e persistência até sentir que realmente estava a ser rentável de uma forma consistente.

Depois da consistência ter aparecido, chegou o final da época, das grandes e principais ligas de futebol, deixando-me um pouco desanimado, pois agora que eu tinha conseguido atingir a merecida consistência ficava praticamente sem jogos para trabalhar, e os que tinha disponíveis eram de ligas que eu não tinha grande conhecimento e em que a liquidez era escassa, para não dizer quase nula.

Foi então que surgiu, em conversa com um amigo, o mercado de corridas de cavalos, ele já tinha ouvido falar e tentado o pré-live, onde havia de uma forma regular bastante liquidez, e um mercado com mais volatilidade que o mercado de futebol, mas para ter muito cuidado e não deixar ir posições para Live que o mercado era muito rápido e tinha movimentos que não pareciam ter qualquer lógica , segundo ele.

Começando a pensar no mercado de Cavalos

Então lá decidi experimentar e começar pelo pré-live apanhando pequenos movimentos nos cavalos com odds mais altas, e comecei por achar o mercado bastante interessante, mas como todos os traders de pré-live no inicio deixei correr algumas posições para live, e como podem concluir fiquei logo apaixonado pelos movimentos que as odds faziam durante a corrida e então comecei a fazer pré-live mas deixando correr algumas posições para o live. Passado pouco tempo já não fazia o pré-live, apenas trabalhava já exclusivamente no live.

Como é óbvio, e como quase toda a gente que começa nos cavalos, a minha “estratégia” inicial começou pelo Lay, pois apenas um cavalo ganha e os restantes perdem, e como é óbvio levei alguns reds bem “feios” pois fazia lays a odds relativamente altas às vezes e sendo eu novato no mercado e nas corridas a minha leitura tinha que vir a ser muito aperfeiçoada. Andei durante alguns meses no “ganha e perde”, tinha uma semana ou duas boas mas depois vinha um red e levava o trabalho dessas duas semanas, sendo uma frustração total para o meu lado.

Com o passar desses meses sem futebol, em que basicamente andei a perder dinheiro nos cavalos, dou por mim no final de Agosto, quando recomeçam as principais ligas de futebol, e como é expectável eu voltei ao trading de futebol, tendo sido a minha experiência nos cavalos um fracasso, a meu ver naquela altura. Mas nem tudo foi um fracasso, porque o mercado de cavalos e o desporto em si tinham-se erraizado em mim involuntariamente e contrariamente ao que eu achava, deparando-me, quando o futebol tinha intervalos ou pausas entre jogos, a ir “espreitar” o mercado de cavalos, e a fazer uma corrida ou outra.

Esse “bichinho” foi crescendo e quando me apercebi já estava a fazer mais trading em corridas de cavalos do que no futebol, uma mudança gradual e natural, até aos dias de hoje em que faço exclusivamente mercado de cavalos.

São várias as coisas que me fascinam neste mercado, desde a velocidade do mercado, à sua volatilidade, ao fantástico horário das corridas que permite trabalhar todos os dias sempre num horário que é igual quase todos os dias, isto sabendo que temos corridas de cavalos 363 dias por ano em que podemos fazer trading.

Estes são alguns dos factores que influenciaram este mudança, aliados a eu me ter apaixonado completamente por este fantástico desporto que são as Corridas de Cavalos.

Hoje sou 100% HORSERACETRADER…

 

Sobre Jorge Alves

O meu nome é Jorge Alves, tenho 26 anos, sou natural de Miranda do Douro e actualmente vivo em Aveiro, Portugal. Estudava Engenharia Informática quando descobri o trading desportivo, que se tornou aquilonque amava fazer, agora dedico-me exclusivamente a esta actividade (Trading), mais especificamente ao mercado de Horse Racing (Corridas de Cavalos), UK e IRL. Neste momento sou o membro responsável pelo conteudo relacionado com as Corridas de Cavalos do Clube da Aposta e tambem pelo projecto Horse Race Trader onde partilho mais sobre o meu trabalho como trader de Corridas de Cavalos. <

14 comentários

  1. Bom post para dar a conhecer o teu percurso e o porque dos resultados. Já te conheço já algum tempo e já conheço a betfair há uns ano. Vou tentar acompanhar tua pagina

  2. Grande Jorge!

    Vou seguir, gostei muito da tua explanação, sou Punter, gostava de saber mais sobre Trading.

    Boa sorte nos teus projectos.

    Abraço do Alentejo
    Xeque99

    • Obrigado José!
      No que poder ajudar terei todo o gosto… Vá ficando atento que vou lançar também alguns artigos relacionados com o trading. O que gostava de ver no Blog?

      Abraço

  3. Prazer em conhecê-lo Jorge.
    Vou seguir seu blog pois me identifiquei com sua caminhada pelo trading e assim como você parece que uma vez tendo contato com o mercado de cavalos jamais vamos abandona-lo por completo.
    Desejo sucesso e aguardo por novas postagens

  4. Parabéns pelo trabalho e obrigado pela partilha de conhecimento! Costumas dar cursos? Se sim qual o funcionamento? Cump

  5. Ola, Jorge. fiz o curso no ano passado e colocando em pratica o que aprendi vi que tinha mesmo muito valor.

    Infelizmente so tenho tempo de fazer corridas nos finais de semana. O meu problema e o grande problema da maioria seria a gestao de banca…. Algo sobre isso seria muito interessante.

  6. Outra questao seria sobre stream. andei lendo sobre o assunto e vi que tem stream da racing uk, que alias a propria betfair usa. No ultimo dia do ano o racing uk liberou gratuitamente e fiquei feliz vendo as corridas em full hd, porem increvelmente o delay era enorme, coisa de pelo menso 5 segundos… Tinha pensado ate em assinar o site mas com este delay nao tem como, moro no Brasil.

  7. Trabalhos basicamente com arbitragem às vezes aparecem oportunidades, que em vez de arbitragem, faço punter o bom e que agora vou fazer também com cavalos

  8. Excelente texto e motivador sem dúvida, principalmente para mim, que gostava de dar um passo em frente no mercado das corridas de cavalos. Forte abraço

  9. Professor 🙂 Sabes bem que por onde caminhares tens sempre pessoas fieis a ti que te desejam o melhor 😉 Força e vai dando noticias.

  10. Olá Jorge, muito bom ter um site em português voltado para o horse racing. Estou arriscando como punter mas tenho pouco conhecimento sobre o esporte… Acredito que antes de entrar de fato no trade seria bom esclarecer dúvidas sobre o esporte e seu vocabulário, grande abraço

  11. Alessandro Nascimento

    Muito bom Jorge Alves, poderia escrever algo refrrent a analisar os cavalos, um exemplo prático de como encontrar um bom cavalo para fazer lay, ou back pre live.

    Parabens pela iniciativa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *